1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem avaliações)
Loading...

Auxílio do Governo para Baixa Renda

Com os anos, o Governo Federal vem fazendo esforços para auxiliar as pessoas que mais necessitam. Quem comprovar baixa renda, pode se beneficiar de diversos programas sociais que os governos federal, estadual e municipal proporcionam.

Saiba mais informações, acesse: Matricula Fácil 2017 e 2016. Datas e Inscrições

Para quem recebe os benefícios do governo, é necessário que façam a atualização do cadastro com um prazo de no máximo dois anos ou que essa atualização cadastral seja feita sempre que houver alguma alteração na família beneficiada.

O que é baixa renda?

Para ser considerada de baixa renda, a família precisa comprovar que sua renda mensal por pessoa é de R$120,00. Para chegar a essa conclusão, é necessário somar todos os salários da família e dividir pelo número de membros dessa família, que morem na mesma residência.

O que é baixa renda?

O que é baixa renda?

Caso haja dúvidas, o cidadão deve procurar o CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) ou a prefeitura da sua cidade.

Descontos para pessoas de baixa renda

Pessoas que sejam consideradas de baixa renda tem direito de receber o Tarifa Social. O Tarifa Social é um benefício que reduz o valor da conta de luz das pessoas que comprovarem baixa renda.

Para ter acesso a esse benefício, o indivíduo precisa entrar em contato com a agência de transmissão de energia elétrica da sua região é informar alguns dados como o nome do beneficiário, o NIS (número de Identificação Social – Inscrição no CADÚnico, número do CPF e Carteira de identidade ou qualquer outro documento de identificação com foto.

Saiba mais informações, acesse: Portal do Servidor ES

Além da Tarifa Social na conta de luz elétrica e na conta de água, a família de baixa renda pode contar com outros benefícios do governo federal. Alguns desses benefícios são:

* Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI);

* Programa Agente Jovem de Desenvolvimento Social e Humano;

* Programa Bolsa Família e outros programas unificados nele;

* Programa Pró-Jovem, que auxilia na inclusão dos jovens de baixa renda;

* Auxilio Emergencial Financeiro; Esse programa é destinado para a transferência emergencial de renda para pessoas de baixa renda que sejam atingidas por desastres em municípios em estado de calamidade pública ou situação de emergência, por exemplo, quando um município for atingido fortemente por uma tempestade ou enchente.

Para poder solicitar esses programas sociais, é preciso que o interessado procure o CRAS ou a prefeitura do seu município.

Como se inscrever no CADÚnico?

Para quem deseja se cadastrar no CADÚnico e poder participar dos programas sociais do governo, é necessário ir até o CRAS (Centro de Referência da Assistência Social) ou ir na Prefeitura municipal. Outra forma de fazer o cadastro é por visitas em casa, assim, é mais fácil de saber a real situação da família que solicitou o cadastro. Esse cadastro no CADÚnico é totalmente gratuito.

Como se inscrever no CADÚnico?

Como se inscrever no CADÚnico?

Esse cadastro no CADÚnico deve ser atualizado de dois em dois anos. Se houver alguma mudança na estrutura familiar como aumento ou diminuição da renda, mudança de escola, entre outros antes do prazo máximo de dois anos, deve ser comunicado para que a atualização seja feita. Caso não seja feita atualização pelo beneficiário, o mesmo poderá perder os benefícios que recebe.

Benefícios sociais do Governo Federal:

O Governo Federal oferece muitos programas sociais para melhorar a vida da população de baixa renda. São programas voltados à educação, moradia, saúde, emprego, entre outros, cada um com objetivos e regras diferentes, mas todos beneficiam pessoas com menos condições financeiras.

O programa Minha Casa Minha Vida, visa dar moradia própria a população que não tem renda suficiente para alugar uma casa ou compra-la. O Bolsa Família que ajuda muitas famílias extremamente pobres com uma quantia em dinheiro todo mês para poder sobreviver. Tem também o Microempreendedor Individual (MEI), que foi pensado para ajudar os pequenos empresários. Um MEI tem isenção de tributos federais e é registrado no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica. A CNH Social que facilita o jovem de baixa renda a ter sua carteira de motorista que pode contribuir para aumentar a renda da família.

Benefícios do Governo para estudantes

O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC) e o Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (SISUTEC), oferecem bolsas de estudos para nível técnico para dar melhores oportunidades no mercado de trabalho a todos os jovens e adultos.

Já o FIES que é um financiamento estudantil para quem estuda em universidades privadas e somente após concluir o curso e estar estabilizado no mercado de trabalho é o que o beneficiado vai ressarcir o governo.

Jovens que desejam prestar concursos públicos podem pedir a isenção da taxa de inscrição, assim que comprovarem baixa renda.

Para facilitar a vida das mães que não tem onde deixar os filhos pequenos para ir trabalhar, há o programa Brasil Carinhoso – Apoio às creches que custeia despesas com manutenção e desenvolvimento da educação infantil.

Auxílios do Governo para desempregados

Com a crise econômica que assola nosso país, o número de desempregados aumentou e alguns programas sociais do governo são pensados para auxiliar aqueles que estão passando por esse momento difícil.

Talvez o mais conhecido dos brasileiros seja o Seguro-desemprego, onde o indivíduo passa a receber uma quantia referente ao tempo que trabalhou, porém para isso precisa atender algumas exigências, como por exemplo, tempo de trabalho.

O Bolsa Família pode virar uma opção para quem já recebeu todas as parcelas do seguro-desemprego. Se é o seu caso, você pode se inscrever no programa para receber uma ajuda financeira mensal de acordo com sua composição familiar e renda.

Outro benefício é o desconto na conta de luz. Quanto menor o consumo, maior o desconto na fatura. Para ter o benefício da Tarifa Social é preciso estar inscrito no CadÚico e comprovar baixa renda. Além desse desconto na conta de luz, o desempregado pode recorrer também ao Bilhete Especial do Desempregado que garante gratuidade do transporte público por até 90 dias se o pedido for feito entre um e seis meses depois da rescisão do contrato de trabalho com a empresa em questão.

Cadastro Único para programas sociais do Governo Federal

O Cadastro Único (CadÚnico) é um sistema de cadastro para os programas sociais, que visa organizar melhor as informações sobre as famílias de baixa renda, facilitando ajuda-las participando dos programas aos quais necessitam. É através deste cadastro que o governo analisa a situação das famílias priorizando aquelas mais necessitadas.

Quem deseja participar de programas como, o Minha Casa Minha Vida, Bolsa Estiagem, Carteira do Idoso, Bolsa Família, Bolsa Verde, Tarifa Social, CNH Social, Crédito Fundiário, entre outros, deve obrigatoriamente estar cadastrado no CadÚnico.

CadÚnico inscrição

A prefeitura de cada município é responsável por esse cadastro que acontece de duas formas: um membro da família pode ir até a prefeitura, ou preferencialmente, um profissional vai até a residência em questão e tem uma noção real da situação da família.

Para o cadastro é necessário CPF e RG de todos da família, a Certidão de Nascimento ou de Casamento de todos e documentos para comprovar a renda total da família. Após cadastro realizado, o governo analisa as informações e só a parti daí decide se a família precisa mesmo desses benefícios.

 

 

Publicidade sugerida para você: