1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 3,00 de 5)
Loading...

Cadastro MEI pela Internet

Com o objetivo de auxiliar os trabalhadores informais e os microempresários, o Governo Federal criou uma lei que permite algumas condições especiais para os empreendedores que realizarem o cadastro no MEI – Microempreendedor Individual pela internet para que possam trabalhar de maneira legalizada contando com benefícios e vantagens especiais.

Cadastro MEI pela Internet

O Cadastro MEI pela internet é realizado através do Portal do Empreendedor www.portaldoempreendedor.gov.br. Antes de se cadastrar é importante consultar a Prefeitura para conferir se o endereço  onde será exercida a atividade é apropriado e se a atividade é permitida na cidade.

Micro Empreendedor Individual

MEI – Micro Empreendedor Individual

Após as consultas iniciais que devem ser feitas para evitar problemas futuros, é só acessar o site do Portal do Empreendedor para efetuar o cadastro no MEI – Microempreendedor Individual pela internet e clicar em “MEI-Microempreendedor Individual”, em seguida clicar na opção “Formalização”, ai é só seguir os passos preenchendo as informações solicitadas, no caso CPF e Data de Nascimento. Após esses preenchimentos confira se no Item identificação as informações que aparecem como Nome Empresarial, Nome do Empresário, Nacionalidade, Sexo e Nome da Mãe, estão corretas.

Atividades MEI – Micro Empreendedor Individual

Dando continuidade ao cadastro no MEI – Microempreendedor Individual pela internet, escolha no item “Atividades”a atividade que representa a que será exercida, após isso, informe os endereços solicitados, e quando aparecer o item declarações, escolha com cuidado os itens que marcados.

É importante verificar se sua atividade poderá exercer o Cadastro MEI pela internet, pois muitas atividades não estão entre as que podem realizar a legalização nesta modalidade. Confira a lista das atividades MEI

Após efetuar o cadastro no MEI – Microempreendedor Individual pela internet, você estará apto a ter o Certificado da Condição de Microempreendedor Individual, que tem também a função de Alvará de Licença e funcionamento provisório pelo prazo de até 180 dias.

Micro Empreendedor Individual

Micro Empreendedor Individual. Imagem:Divulgação

Após imprimir o certificado você poderá imprimir o Carnê com as guias de pagamento clicando em: “MEI”, “Emissão de carnê de pagamento – DAS”, Informar o número do CNPJ, digitar os caracteres de segurança, clicar no botão “Continuar”.

Manual do Processo Eletrônico de Inscrição do MEI 163. E  “Emitir DAS”, “Período de Apuração”.  Selecionar o exercício de geração das guias de pagamento e clicar “Continuar”. Com esse Carnê é possível pagar as taxas referentes ao ano todo, ficando em dia com as obrigações e podendo atuar legalmente na sua atividade.

O Microempreendedor Individual (MEI) é uma forma de ajudar a formalizar a atuação no mercado de trabalho do cidadão que por conta própria está trabalhando e ainda não tem nenhum meio legal para se formalizar.

Tendo a legalidade como pequeno empresário você terá muitas vantagens. Se regularizar por meio do Microempreendedor Individual pode te auxiliar a ter mais clientes, a conquistar um espaço maior no mercado e a passar mais credibilidade ao consumidor, entre outras vantagens.

Além disso, quem tem o MEI garante uma segurança para que possa se afastar das atividades regulares em caso de doença, gravidez ou qualquer outro afastamento garantido pelo INSS.  Fora isso, a pessoa consegue fazer a contribuição para que se aposente no futuro.

Como fazer o Cadastro do MEI pela internet?

Para fazer o cadastro do MEI é necessário que a pessoa acesse o site http://www.portaldoempreendedor.gov.br/mei-microempreendedor-individual, clique em FORMALIZAÇÃO, digite o CPF e data de nascimento. Em seguida um novo formulário será mostrado.

Não tem custo algum para fazer a inscrição na internet do seu CNPJ. Depois de fazer a inscrição do MEI faça a inscrição no Simples Nacional. Vá a Prefeitura local, leve o IPTU do local aonde você mora e finalize o seu cadastro no MEI.

Quem pode ser um Microempreendedor Individual?

Se você quer ser microempreendedor individual, é necessário que tenha um faturamento de no máximo até R$ 60.000,00 ao ano. A pessoa não pode ter nenhuma participação em outra empresa como sócio ou titular se quiser ter um registro como Microempreendedor Individual.

Quem é Microempreendedor Individual pode ter empregados registrados em carteira em trabalho?

O Microempreendedor Individual é um meio de ter um empregado regularizado também, pois o CNPJ de Microempreendedor Individual possibilita que você registre um funcionário e pague um salário compatível com o faturamento do MEI para ele.

O valor pago para esse funcionário acaba sendo incluído no faturamento do Microempreendedor Individual e conta lá naquele calculo final dos R$ 5 mil ao mês e R$ 60 mil mensal que a pessoa pode ter de faturamento para continuar com o MEI.

Taxas que o Microempreendedor Individual tem que Pagar

A pessoa que é Microempreendedor Individual tem que pagar um valor fixo mensal de R$ 45,00 (comércio ou indústria), R$ 49,00 (prestação de serviços) ou R$ 50,00 (comércio e serviços), que será destinado à Previdência Social e ao ICMS ou ao ISS. Essas quantias serão atualizadas anualmente, de acordo com o salário mínimo.

Com essas contribuições, o Microempreendedor Individual tem acesso a benefícios como auxílio maternidade, auxílio doença, aposentadoria, entre outros.

MicroEmpreendedor Individual

MicroEmpreendedor Individual. Imagem: divulgação

O que fazer Quando o aturamento ultrapassa os R$ 60 mil permitidos para ser MEI?

Se o faturamento como Micro Empreendedor Individual for maior que R$ 60.000,00 é hora de mudar a classificação da sua empresa. Mas calma, que tem umas regrinhas para serem seguidas.

Se a sua empresa não ultrapassou R$ 72.000,00 de faturamento (menor que 20% de R$ 60.000,00), o Micro Empreendedor Individual deverá recolher os DAS na condição de MEI até o mês de dezembro e recolher um DAS complementar, por causa desse excesso de faturamento, no vencimento determinado para o pagamento dos tributos abrangidos no Simples Nacional relativo ao mês de janeiro do ano subsequente (em regra geral no dia 20 de fevereiro).

Este DAS deverá ser gerada quando existe transmissão da Declaração Anual do MEI (DASN-SIMEI). Depois do mês de janeiro, o MEI passa a recolher o imposto SIMPLES NACIONAL como MICROEMPRESA, com percentuais iniciais de 4%, 4,5% ou 6% sobre o faturamento do mês, conforme as atividades econômicas exercidas – Comércio, Indústria e/ou Serviços – (item, 1, alínea “a”, do Inciso II, do §º2º, do artigo 105 da Resolução do CGSN nº 94/2011).

Para ter mais informações acesse: http://www.portaldoempreendedor.gov.br.

Abrir uma MEI

Para abrir uma empresa MEI – Microempreendedor Individual é gratuita e pode ser feita de duas formas: No próprio portal, no link [FORMALIZAÇÃO – INSCRIÇÃO],  ou se preferir pode obter ajuda de empresas de contabilidade que são optantes pelo Simples Nacional e estão espalhadas pelo Brasil. Essas empresas irão realizar a abertura da empresa MEI e a primeira declaração anual sem cobrar nada. Consulte a relação dessas empresas de contabilidade.

Registro uma MEI

Para fazer o registro de uma MEI, é necessário você entrar no portal http://www.portaldoempreendedor.gov.br/ e realizar a formalização do registro, lá no portal você encontra diversos serviços oferecidos e todas as informações que você precisa saber sobre registro MEI.

Abrir CNPJ MEI

Para abrir um CNPJ MEI é necessário acessar o portal oficial como citamos anteriormente. Para ser um microempreendedor individual, é necessário faturar no máximo até R$ 60.000,00 por ano e não ter participação em outra empresa como sócio ou titular. O MEI também pode ter um empregado contratado que receba o salário mínimo ou o piso da categoria.

Como ser MEI

Para ser um MEI, basta fazer um cadastro bem fácil no site portaldoempreendedor.com.br. Em pouco tempo, você consegue o seu Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ) e fica mais simples abrir uma conta no banco para sua empresa, emitir notas fiscais e buscar empréstimos. Simples não ?! Acesse e faça agora mesmo o cadastro no MEI.

Como fazer CNPJ pela Internet

Para fazer um CNPJ via internet é necessário que tenha um aplicativo que chama-se Receitanet, ele pode ser baixado em seu computador no site oficial da Receita Federal que pode ser encontrado no seguinte endereço: http://idg.receita.fazenda.gov.br/programas-para-download/receitanet

Neste site poderão ser realizadas solicitações para cadastramento do CNPJ, para isso, você deverá instalar em seu computador um aplicativo e um programa que promove a geração de documentos.

Inscrição do MEI

Para realizar a inscrição do MEI é necessário acessar o portal http://www.portaldoempreendedor.gov.br/mei-microempreendedor-individual/formalize-se e formalizar-se.

 

 

 

 

Publicidade sugerida para você: