1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem avaliações)
Loading...

Cadastro Único Caixa Econômica Federal

O Cadastro Único da Caixa Econômica Federal é um conjunto de informações sobre as famílias brasileiras em situação de pobreza e extrema pobreza. Esses dados são utilizados pelo Governo Federal, pelos Estados e pelos municípios para implementação de políticas públicas capazes de promover a melhoria da vida dessas famílias.

As famílias que têm baixa renda e vivem em situação de pobreza extrema devem estar cadastrados nesse programa para que o Governo possa conhecer mais sobre elas, e conseguir ajudá-las da melhor forma possível.

Cadastro Único Caixa Econômica Federal

Cadastro Único Caixa Econômica Federal

Diversos programas sociais em vigor atualmente utilizam o Cadastro Único como base para selecionar as famílias beneficiadas. Quem tem esse cadastro tem chances maiores de garantir benefícios como o Bolsa Família, Minha Casa, Minha Vida, Bolsa Verde, Programa de Erradicação do Trabalho Infantil, Carta Social, Pro Jovem Adolescente, entre outros.

Cadastro Único Inscrição

Quer saber como fazer para se inscrever no Cadastro Único? Veja abaixo como funciona a inscrição.

O município promove visitas domiciliares às famílias de baixa renda periodicamente para efetuar o cadastramento. Mas a família que se enquadra nas rendas acima e ainda não está inscrita no Cadastro Único, pode procurar um CRAS – Centro de Referência em Assistência Social no município e solicitar o cadastramento.

Para que a família possa ser cadastrada, é importante:

Ter uma pessoa responsável pela família para responder às perguntas do cadastro. Essa pessoa deve fazer parte da família, morar na mesma casa e ter pelo menos 16 anos.

Para o responsável pela família, de preferência uma mulher, é necessário o CPF ou Título de Eleitor.

Cadastro Único Critérios

Para fazer parte do Cadastro Único é preciso seguir alguns critérios, confira:

  • Famílias que ganham até meio salário mínimo por pessoa
  • Famílias que ganham até 3 salários mínimos de renda mensal total

Com esse cadastro o grupo familiar poderá ser convocado ou sorteado para participar de programas sociais criados pelo Governo Federal. O Bolsa Família é um deles.

Cadastro Único Documentos

Além dos documentos do titular, como falamos acima: CPF ou o Título de Eleitor, a família cadastrada deverá apresentar pelo menos um documento de todas as pessoas da família. Todos os membros constarão na ficha do Cadastro Único.

Há uma exceção: no caso de responsável por famílias indígenas e quilombolas, pode ser apresentado qualquer um dos documentos abaixo. Não precisa ser o CPF ou o Título de Eleitor.

Veja a documentação que você deve apresentar de todos os membros familiares:

– Certidão de Nascimento;

– Certidão de Casamento;

– CPF;

– Carteira de Identidade (RG);

– Certidão Administrativa de Nascimento do Indígena (RANI);

– Carteira de Trabalho; ou

– Título de Eleitor.

É preciso levar um comprovante de endereço, que pode ser conta de água ou luz. Não é obrigatório apresentar, mas ajuda no preenchimento do endereço.

Importante: Após o cadastramento da família, é importante manter os dados sempre atualizados. Sempre que mudar algo na família, como nascimento de um filho, mudança de casa ou de trabalho ou quando alguém deixar de morar na residência, o responsável familiar deve procurar o CRAS e efetuar a atualização dos dados da família.

Cadastro Único Online

Não há como fazer a inscrição no Cadastro Único por meio da internet, entretanto, é possível utilizá-la para tirar dúvidas, no site da Caixa Econômica Federal, por exemplo, e por suas redes sociais.

Além disso, há um portal exclusivo para famílias já credenciadas, no qual podem verificar qual a situação e o saldo: o Serviços Sociais da Caixa: https://servicossociais.caixa.gov.br/internet.do?segmento=CONVENIADO01&credencial=EMAIL&base=SISUR01.

Cadastro Único NIS

O seu número de NIS é muito importante para determinar qual será a data para o pagamento de programas sociais como o Bolsa Família. O dia do recebimento do benefício é definido a partir do último número do seu NIS.

Somente a partir desse dia é que você poderá sacar o seu benefício, antes disso ele não estará disponível. Observe no seu cartão esse número e confira no calendário o dia que você irá receber em cada mês. Exemplo: Se o seu NIS termina em 4, no mês de janeiro você recebeu no dia 22/01. No mês de fevereiro foi no dia 19/02.

Cadastro Único Bolsa Família

Se sua família se encaixa em uma das faixas de renda definidas pelo programa Bolsa Família: Renda até R$ 85; Renda entre R$ 85,01 e R$ 170; Renda de zero a R$ 170 por pessoa, deve procurar o CRAS para fazer o Cadastro Único, apresentando, como dissemos, os documentos necessários.

Cadastro Único Bolsa Família

Cadastro Único Bolsa Família

A seleção das famílias para o Bolsa Família é feita pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, com base nos dados inseridos pelas prefeituras no Cadastro Único. Por isso é importante fazer sua inscrição. A seleção é mensal, e os critérios usados são a composição familiar e a renda de cada integrante da família.

Qualquer dúvida que você tiver sobre o Cadastro Único, NIS ou Bolsa Família pode entrar em contato com o setor responsável de seu município, que geralmente fica na prefeitura ou subprefeituras. Ou pode entrar em contato com a Caixa Econômica Federal.