Nota Fiscal Paulista. Cadastro, Consulta de Créditos e Sorteios

Desde que foi implantada no Estado de São Paulo, a Nota Paulista tem atraído cada vez mais pessoas, que enxergam na emissão da nota, a possibilidade de receber de volta um pouco do imposto pago ao governo.

Solicitar a nota paulista é muito simples, basta informar o CPF no ato da compra. E o que começou como uma experiência para testar o sistema de emissão de nota fiscal eletrônica acabou se mostrando tão eficaz, que em pouco mais de 2 anos após a implantação da nota paulista, todas as notas fiscais tradicionais, antigamente emitidas via talão comprado em gráficas e registrado na receita, passaram a ser, obrigatoriamente, emitidas eletronicamente.

Saiba mais Informações: Acesse, Cadastro Nota Fiscal Paulista.

Nota Fiscal Paulista

Nota Fiscal Paulista. Imagem:Divulgação

Uma das maiores vantagens da solicitação da nota fiscal paulista , para o consumidor, é o retorno do excesso de imposto pago ao governo, cobrado na venda de produtos e serviços.

O consumidor, ao solicitar o CPF na nota fiscal, automaticamente atrela a compra ao seu cadastro de pessoa física, e recebe o valor de volta, em forma de créditos que podem tanto ser doados para instituições de caridade, quanto retirados em forma de saque pela conta corrente ou poupança cadastrada do contribuinte, como também podem ser utilizados para abatimento do valor do IPVA, ou então até mesmo para o pagamento total deste valor, caso haja crédito o bastante.

Saiba mais Informações: Acesse, Consulta Nota Fiscal Paulista.

Além da possibilidade de resgate de créditos, ainda é possível participar dos sorteios realizados mensalmente pelo sistema da Loteria federal.

O sistema da Nota Fiscal Paulista permite o cadastro de maneira simples, assim como a consulta de saldos e transferências de valores.

O que encontrar no site da Nota Fiscal Paulista

O site da Nota Fiscal Paulista, encontrado no link www.nfe.receita.sp.gov.br é extremamente simples de ser utilizado, sendo que ao entrar no site, você encontra as principais notícias sobre a Nota Paulista logo na Homepage, assim como dicas de utilização e novidades sobre os principais sorteios.

Além disso, ainda é possível acessar o sistema para consultar seu crédito e verificar as notas emitidas. O sistema mantém guardado todas as notas emitidas cujo CPF foi solicitado, desde até mesmo antes do cadastramento na Nota Fiscal Paulista. Ao acessar a página do Sistema é possível escolher o período de emissão da nota, seja do semestre anterior ou do semestre vigente.

Saiba mais Informações: Acesse, Sorteios Nota Fiscal Paulista.

Como funciona a Nota Fiscal Paulista

A Nota Fiscal Paulista funciona de maneira muito simples. O consumidor, ao adquirir um produto em qualquer loja ou comércio localizado dentro do território estadual deve, apenas, solicitar a inclusão do seu CPF na nota e, automaticamente o excesso de imposto cobrado pelo governo é contabilizado e devolvido ao contribuinte.

Pelo fato do sistema estar ligado diretamente ao CPF, não é necessário possuir cadastro no sistema para solicitar a nota paulista, muito embora seja necessário possuir cadastro para efetuar qualquer consulta ou transação com seus créditos.

Nota Fiscal Paulista

Consulta Saldo NFP. Imagem:Divulgação

Cadastro Nota Fiscal Paulista

O Cadastro na Nota Fiscal Paulista Funciona de maneira muito simples. O Contribuinte que for optante pela nota fiscal, ou que deseje ser, deve acessar o site da Nota Paulista em www.nfe.receita.sp.gov.br e clicar no link de acesso ao sistema. Ao clicar no link de acesso ao sistema aparecerá a opção de contribuinte pessoa física já selecionada, com o campo para preenchimento do CPF e da senha. Logo abaixo, após a opção de lembrar senha, estarão dois links, um para cadastro de pessoa física, outro para cadastro de pessoa jurídica.

O Contribuinte deverá selecionar a opção que se enquadre ao seu perfil e então preencher o formulário de cadastro corretamente, da maneira como seus dados estão no site da receita federal.

Caso o contribuinte tenha retirado o CPF em outro estado da federação, após o cadastramento aparecerá uma mensagem de Senha Bloqueada. Esta mensagem deverá ser impressa e entregue em um posto da receita federal localizado em uma das unidades de Poupatempo dentro do Estado de São Paulo. Caso não haja Poupatempo na sua cidade, procure o posto mais próximo da receita federal para efetuar o desbloqueio.

Sorteio Nota Fiscal Paulista

Os cadastrados na Nota Fiscal Paulista concorrem automaticamente, a partir do momento em suas notas somarem o valor de R$ 100 reais, aos sorteios de prêmios do Nota Fiscal Paulista, porém, para participar dos sorteios é necessário acessar seu cadastro e, na aba de sorteio, fazer o aceite do regulamento dos sorteios.

Após aceitar os termos para participação, automaticamente as próximas notas serão contabilizadas para o recebimento dos cupons. Os sorteios ocorrem mensalmente através do sistema da loteria federal.

Prêmios da Nota Fiscal Paulista

Por ser um sistema que visa incentivar a adesão ao sistema de nota paulista, diminuindo assim a inadimplência dos estabelecimentos, que muitas vezes deixavam de emitir nota fiscal, não pagando os impostos devidos ao governo.

Prêmios da Nota Fiscal Paulista. Imagem:Divulgação

Prêmios da Nota Fiscal Paulista. Imagem:Divulgação

Consultar bilhetes Nota Fiscal Paulista

Para consultar seus bilhetes mensais para sorteio basta acessar a sua conta no sistema, com o CPF, senha cadastrada e informando o código de verificação Capcha.

Após entrar no sistema, uma vez que já seja optante pelo sorteio, basta ir até a aba de sorteios e selecionar a opção de “Consultar seus bilhetes”, para ter acesso aos seus números para o mês vigente.

Lembrando que os sorteios são realizados através da Loteria Federal, mas não é necessário resgatar o prêmio para que ele seja creditado em sua conta da NFE, pois a partir do momento em que o prêmio for sorteado, ele passará automaticamente para a conta da Nota Paulista do sorteado, podendo ser retirada juntamente com os créditos disponíveis.

Como usar o crédito da Nota Fiscal Paulista

Para utilizar o crédito da Nota Fiscal Paulista é necessário primeiramente possuir cadastro no sistema. Após o cadastro efetuado, o consumidor deve cadastrar uma conta corrente ou poupança, para poder ter acesso ao saldo. Antes que o Saldo fique visível um saque no valor padrão de R$ 25 reais é efetuado, portanto, se você possui valor para saque disponível, no primeiro saque com toda certeza terá R$ 25 reais.

Após o recebimento do dinheiro, só então o saldo restante pode ser visualizado. O Crédito recebido pelo Nota Fiscal Paulista pode ser transferido para a conta do contribuinte, utilizado para o pagamento ou abatimento de valor do IPVA ou doado para instituições de caridade. Para efetuar a utilização, basta acessar a aba de seus créditos.

Consulta ao Extrato e Saldo da Nota Fiscal Paulista

Como dito anteriormente, para verificar o saldo disponível, é necessário que o consumidor já tenha efetuado um saque padrão no valor de R$ 25 reais. Após este Saque, é possível verificar o saldo da nota paulista de maneira simples, apenas entrando no sistema e consultando suas notas.

Cadastro Nota Fiscal Paulista.

Cadastro Nota Fiscal Paulista. Imagem: Divulgação

O Extrato de notas da Nota Fiscal Paulista é consultada da mesma maneira. Para isso, entre no sistema e selecione a opção de documentos fiscais, então selecione o período a ser consultado. As consultas são separadas por ano e semestre, tornando a consulta por período muito mais simples.

Resgate de créditos da Nota Fiscal Paulista

Para resgatar os créditos da Nota Fiscal Paulista, primeiro é preciso que os mesmos estejam disponíveis para saque. Após o tempo determinado pela Receita Estadual para o Saque, os créditos podem ser resgatados ou utilizados, da maneira que melhor agradar ao contribuinte.

Aqueles que preferem receber o dinheiro em suas contas devem ter uma conta corrente ou poupança cadastrada, lembrando que não é possível efetuar a retirada em contas conjuntas ou de terceiros, devendo ser obrigatoriamente uma conta com o contribuinte como titular. Os créditos também poderão ser utilizados para doação à instituições de caridade, ou para o pagamento do IPVA.

Como obter a Nota Fiscal Paulista no IPVA

O contribuinte que seja optante da nota fiscal paulista também pode utilizar os créditos acumulados durante o ano para abater no valor do IPVA, ou até mesmo para o pagamento total do valor devido de IPVA, caso possua saldo o bastante para tanto.

Para utilizar os créditos da nota paulista para o abatimento ou quitação do IPVA é necessário que o veículo esteja no nome do titular do cadastro e possuir o documento do veículo em mãos, pois será necessário cadastrar o renavan do veículo. Acessando o sistema da Nota Paulista, basta ir até a guia de retiradas e selecionar IPVA Detran SP.

Dúvidas e dicas sobre o Nota Fiscal Paulista

Uma das principais dúvidas sobre a Nota Fiscal Paulista envolve o recebimento de créditos solicitados antes do cadastramento. É importante que o contribuinte tenha em mente que seus créditos são vinculados ao seu CPF, e não ao seu cadastro.

Outra dúvida que permeia a cabeça dos contribuintes é sobre qual tipo de compra retorna um crédito melhor, e a resposta é Compras de roupas e sapatos, pois o ICMS pago é maior, já que o valor retornado ao consumidor é de 20% do ICMS pago.

Como aproveitar a Nota Fiscal Paulista no seu orçamento

Para aproveitar a Nota Paulista no orçamento é necessário estar atento à data de liberação dos valores, pois não é possível retirar o dinheiro antes desta data.

O valor que será disponibilizado pode ser verificado diretamente no site da Nota Paulista, e por tanto, basta ter o valor em mente na hora de planejar o orçamento familiar para aquele mês. A liberação ocorre apenas duas vezes por ano.

Nota Fiscal Paulista.

Nota Fiscal Paulista. Imagem: divulgação

Como emitir a Nota Fiscal Paulista

Para emitir a nota fiscal paulista é necessário possuir o sistema da Nota Fiscal Eletrônica, sendo contribuinte da receita federal. A partir do momento em que o CPF do cliente é adicionado à nota fiscal, a receita estadual calcula o valor que deve ser devolvido ao cliente.

Apenas Pessoas Jurídicas podem emitir nota fiscal paulista, pois é necessário CNPJ para concluir a operação.

SORTEIO DE R$ 500 MIL DA NOTA FISCAL PAULISTA DE 2015/2016.

Os sorteios da Nota Fiscal Paulista são mensais e anteriormente possuíam prêmios de até R$ 50 mil reais, e prêmios em datas especiais de até R$ 200 mil reais, porém, devido a modificações feitas recentemente pelo governo estadual, agora os prêmios foram ampliados, sendo que todo mês será possível para o consumidor ganhar prêmios que vão de R$ 10 reais a até meio milhão de reais. E no Natal haverá um prêmio especial de 1 milhão de reais.

Os resultados da Nota Fiscal Paulista  saem pela Loteria Federal.

Créditos da Nota Fiscal Paulista sumiram, o que fazer?

Muitas vezes as pessoas não conseguem visualizar seu saldo da nota fiscal paulista, mesmo tendo solicitado durante um bom tempo. Há duas possibilidades para esta situação.

A primeira é que não tenha ocorrido nenhum saque ainda na conta, por este motivo o saldo não se torna visível. É importante sempre lembrar que o saldo será visível apenas após o primeiro saque, de 25 reais.

Caso já tenha efetuado saques e repare no desaparecimento dos créditos, basta ir até um dos postos da receita federal em um Poupatempo, munido de RG e CPF para iniciar o procedimento de contestação de créditos.

Nota Paulistana e o Imposto de Renda (IRPI)

Tanto a nota fiscal paulista quanto a nota fiscal paulistana podem ser utilizadas pela receita federal para averiguação de gastos e de renda declarada pelo contribuinte.

Por serem instrumentos da própria receita federal, ambos os sistemas de nota fiscal nomeiam o contribuinte na aquisição de bens, sendo que em caso de sonegação, a declaração em nota fiscal eletrônica, seja por meio da Nota Paulista ou da Nota Paulistana podem levar o contribuinte a ser pego na malha fina.

Nota Fiscal Paulista

Nota Fiscal Paulista faça seu cadastro e torça para ser sorteado (Foto: Divulgação)

Como ganhar dinheiro com Nota Paulistana

Diferente da nota paulista, a Nota Paulistana é fornecida apenas sobre serviços prestados dentro da Cidade de São Paulo. Essa diferença se deve à tributação, enquanto é da alçada do Estado de São Paulo recolher o ICMS sobre os produtos e serviços de comércio, e em serviços de comércio se entende também a prestação de serviços em Restaurantes, onde se paga por mais do que apenas a comida, mas também pelo atendimento, ao município cabe a tributação sobre serviços prestados.

Por este motivo a nota paulistana é obtida ao se declarar o CPF em pagamentos de consultas médicas, filiação a clubes ou pagamentos de mensalidades em escolas ou instituições de ensino localizadas dentro do município de São Paulo.

Como desbloquear a senha da Nota Fiscal Paulistana

Caso haja o bloqueio por excesso de tentativas incorretas de acesso a  Nota Fiscal Paulistana, é necessário imprimir o formulário de “Solicitação de Desbloqueio da Senha Web disponível no site da prefeitura de São Paulo.

O desbloqueio não é imediato, e após o desbloqueio ser efetuado pelos funcionários da Prefeitura um aviso será enviado para o email cadastrado, informando que a senha está desbloqueada.

Guardar o dinheiro da Nota Fiscal Paulista em uma poupança

Muitas pessoas pensam que o resgate de créditos da Nota Fiscal Paulista pode ser efetuado apenas em contas correntes. Mas o fato é que não há diferença entre conta corrente ou conta poupança. Na hora de cadastrar a conta, selecione a opção de conta poupança e insira os dados da conta. Lembrando que o contribuinte deve ser o titular da conta para ocorrer o resgate.

Para guardar o crédito da nota fiscal paulista em conta poupança basta efetuar a transferência para sua conta poupança, da mesma forma que faria com sua conta corrente.

Créditos podem ser usados para pagamento de dívida

Os créditos da Nota Fiscal Paulista não podem ser, diretamente, usados para pagamento de dívidas. A única possibilidade de utilização direta do Saldo da Nota Paulista é para a quitação ou abatimento do IPVA.

Caso deseje utilizar o valor para pagamento de outra dívida, é necessário fazer a transferência para sua conta e ao recebe-lo, utilizar para o pagamento da dívida. Para isso efetua a consulta da Nota Fiscal Paulista.