1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem avaliações)
Loading...

Programa Cisternas, Saiba Como Funciona!

O Ministério do Desenvolvimento Social financia o Programa Cisternas desde 2003, que tem como objetivo facilitar o acesso a água de qualidade para os cidadãos brasileiros. Além disso, por meio do Programa Nacional de Apoio à Captação de Água da Chuva e outras Tecnologias Sociais, há ainda a melhoria de alimentos através da implantação da tecnologias simples que custam pouco.

O Programa Cisternas é voltado principalmente às famílias rurais de baixa renda que são atingidas pela seca ou pela falta de água, dando prioridade para comunidades tradicionais. Conheça mais sobre o programa a seguir.

O Ministério do Desenvolvimento Social financia o Programa Cisternas desde 2003. (Imagem: Divulgação)

O Ministério do Desenvolvimento Social financia o Programa Cisternas desde 2003. (Imagem: Divulgação)

Quem pode Participar do Programa Cisternas?

Como já falamos, o programa atende principalmente as famílias rurais de baixa renda que estejam lidando com a seca ou com a falta de água, no entanto, essas famílias precisam obrigatoriamente estarem cadastradas no Cadastro Único do Governo Federal e com todos os seus dados atualizados.

O programa dá prioridade ao semiárido brasileiro e realiza projetos para facilitar a convivência com a escassez de água, o que acontece muito na região. Para isso o programa usa a tecnologia de cisternas de placas, que nada mais são reservatórios que armazenam a água da chuva para que esta seja usada nos períodos de estiagem.

Características das Cisternas

As cisternas podem se encaixar em até três características impostas pelo programa. A cisterna pode ser familiar de água para consumo, instaladas ao lado das casas e com capacidade de armazenar até 16 mil litros de água potável.

O Programa Cisternas é voltado principalmente às famílias rurais de baixa renda que são atingidas pela seca ou pela falta de água. (Imagem: Divulgação)

O Programa Cisternas é voltado principalmente às famílias rurais de baixa renda que são atingidas pela seca ou pela falta de água. (Imagem: Divulgação)

A cisterna também pode ser escolar de água para consumo, instaladas nas escolas rurais e com capacidade de armazenar até 52 mil litros de água potável. Por último, a cisterna também pode ser de água para produção, com capacidade de até 52 mil litros de água potável, podendo ser usada individualmente ou coletivamente pelas famílias.

Fases do Programa de Cisternas

O programa faz tudo através da Tecnologia Social, que visa implantar as cisternas através da interação direta com a população beneficiada e para isso engloba técnicas apropriadas. A implementação das cisternas se inicia através da mobilização social, que consiste na escolha das comunidades que serão beneficiadas. Essa parte pode ser realizada pela entidade responsável, juntamente com instituições representativas.

A segunda etapa é a capacitação, que é quando as tecnologias que serão usadas são informadas. Todos os beneficiários participam através da realização de capacitações específicas. A última etapa consiste na construção e/ou implantação da tecnologia, sendo a etapa onde a mão-de-obra é escolhida gerando mais empregos à comunidade beneficiada; tanto as famílias quanto os pedreiros são capacitados pelo programa.

As cisternas podem se encaixar em até três características impostas pelo programa. (Imagem: Divulgação)

As cisternas podem se encaixar em até três características impostas pelo programa. (Imagem: Divulgação)

Como Participar do Programa de Cisternas?

Para participar você deve aguardar que as instituições do seu município tenham a consciência de que sua região está sofrendo com a estiagem e dê os primeiros passos para que haja a construção das cisternas. Infelizmente tudo depende do governo e das regiões mais afetadas, por isso o que você pode fazer é ir até a prefeitura e informa-los da situação em que sua comunidade se encontra para que assim as devidas providências sejam tomadas.

Publicidade sugerida para você: