Vale gás, Auxilio gás

Vale gás, auxilio gás.

O Vale Gás ou auxilio gás foi um dos programas sociais criados pelo governo FHC e posteriormente foi incorporado ao Bolsa Família.

O Vale Gás, o Bolsa Escola e o Bolsa Alimentação, são programas que foram criados durante o governo Fernando Henrique Cardoso, que foram unificados, através do decreto 5.209, de 17-09-2004, dando origem ao Bolsa Família, na gestão do ex presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O Programa Bolsa Família possui quatro programas unificados que visam combater a pobreza e a privação dos serviços públicos como a saúde, educação, segurança alimentar e assistência social, através da transferência direta de R$ 70,00 mensais para as famílias cadastradas no Cadastro único (CadÚnico), com possibilidade de acumular benefícios conforme a situação de cada família.

Como funciona o Vale Gás, Auxílio gás?

O auxílio Gás foi criado em 2001, era administrado pelo Ministério de Minas e Energia e garantia o auxilia financeiro de R$ 15, a cada 2 meses, para famílias que apresentavam renda de no máximo meio salário mínimo, para que pudessem compra o gás de cozinha, através do auxílio gás. O programa atendia a famílias que já eram assistidas pelo Bolsa Escola e outros programas que integravam a chamada Rede de Proteção Social.  Mesmo com o auxílio da Vale Gás e os outros programas da Rede,  estudos realizados na época mostravam que muitas famílias que eram atendidas ainda sofriam com a desnutrição  porque ainda assim não conseguiam comprar o gás regularmente.

Quem pode receber o Vale gás, Auxilio gás?

O Programa Auxilio Gás do Governo Federal era recebido por famílias que já eram beneficiadas pelo Bolsa Escola ou algum outro programa do Governo. Para receber o Auxilio gás a família deveria estar em condições de pobreza ou extrema pobreza. O objetivo do programa era diminuir a fome no país.

Programas de Auxílio do Governo

Os programas de auxílio do governo, como Vale Gás, Bolsa Escola, Bolsa família e o Brasil Sem Miséria, eram programas de auxílio do governo para famílias que viviam na pobreza ou extrema pobreza. Em 2003, Lula resolveu unificar s programas anteriores e então criar o Bolsa Família, o qual foi ampliando em 2011, pela atual presidente Dilma Rousseff, pelo então Programa Brasil Sem Miséria, que atende milhares de brasileiros através da coordenação do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome e apoio de outros órgãos federais.

 

 

Comente (será moderado)